in ,

Chorão

Ruan Emanuel, conhecido na cena da poesia falada como Chorão é poeta marginal e artista plástico da cultura de Campina Grande. Suas contribuições para a cena se destacam no movimento de intervenção cultural através dos sarais de poesia e batalhas de slam. Nesse sentido o poeta narra suas escrevivências e explora todos os limites lingüísticos do seu lugar de fala. Sua entrada na poesia se deu através do seu contato com o movimento hip hop, Chorão que também é grafiteiro não desperdiça linhas e é um dos nomes mais influentes no movimento do Slam PB.

Sua história é marcada por obstáculos e dificuldades, a poesia foi o que permitiu que o jovem desenvolvesse seus talentos e pudesse colaborar na construção de uma sociedade em busca da informação e da educação na transformação do mundo. Sua habilidade artística é bem diversificada, como artista plástico ele é capaz de elaborar diferentes objetos com produtos recicláveis. A percepção de uma sustentabilidade também se faz presente no grafite, onde o jovem desenvolve um projeto para revitalização das áreas de canal no bairro do Pedregal, usando a arte como elemento de embelezamento estético e cuidado.

(Postagem Instagram @choraoopoeta/2020)

No seu dia a dia pré-quarentena o jovem se abraçou com a poesia de diferentes formas. A poesia serviu como mecanismo de integração e socialização, através dela recebeu convites para se apresentar em universidades e escolas, assim como também frequentava coletivos declamando seus poemas e passando o chapéu para ter apoio. O poeta iniciou também a venda de zines e com a pandemia, todas as rendas oriundas da arte foram retiradas.

Projetos e Atividades:

Os projetos voltados a apresentação de poesia são diversos. O artista foca na construção de oficinas pedagógicas de slam, na venda de zines e na intervenção de grafites de conhecimento. Além das atividades, Chorão também é MC e compositor, suas músicas falam sobre suas experiências e aflições, denunciando as podridões de um sistema adoecido e desigual. O artista também é um dos que mais se destacaram na cena da poesia marginal de Campina Grande, levando o slam para ônibus e coletivos e eventualmente pra João Pessoa. Na capital, o poeta foi selecionado 2 vezes como finalista do Estadual de Poesia Falada PB.

(Estadual de Poesia Falada, João Pessoa, PB/2019)

Seus projetos são diversos, como o jovem possui diferentes talentos, no ano de 2019 foi criada uma parceria com o Projeto Batalha do Pedregal, no qual o mesmo assumiu o compromisso de pintar as regiões de canal da favela, o projeto atualmente aguarda oportunidade de subsídio ou edital específico. Assim como também o poeta é conhecido por vender seus zines e obras de arte plástico a fim de somar recursos para produzir sua arte. Sua importância para a poesia slam daqui é inquestionável, quase todos os poetas atuais foram influenciados direta ou indiretamente ou já citaram o jovem como exemplo.

(Batalha do Pedregal, 2019)

Assim como projetos tecidos com a Batalha do Pedregal, o jovem também compõe o time da Batalha do Prado nas oficinas realizadas nas escolas. Tais oficinas são responsáveis por fomentar o interesse do jovem na utilização de conteúdos e informações como ferramentas de cultura e Diversão.

(Magno, Chorão e Zero ao lado de uma aluna da oficina pedagógica de slam e rima feita pela Batalha do Prado)
(Chorão: Batalha do Prado edição Novembro 2018)

O artista vem desempenhando um papel importantíssimo na identidade cultural de Campina Grande. Suas artes são ferramenta de apropriação de valores e possibilidades para os jovens de favelas e periferias, através da arte muitos serão influenciados a transformar positivamente a sociedade em que vive. O movimento Hip Hop cria uma rede de apoio para jovens e adultos e busca sempre auxiliar suas expressões artísticas, a quarentena tem impactado diretamente no exercício deste trampo. A necessidade de ter recurso é proporcional a necessidade de ter a arte presente em todos os momentos da vida, principalmente os difíceis.

(Homenagem feita pelo grafiteiro Sponja através de convite e apoio da Batalha do Prado em 2019)

What do you think?

Written by yochanbeck

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nego Marley

Tese Track